Ronnie Von: exemplo de persistência e fé.


Ronnie Von em 1975 aos 30 anos, conta que após a sua separação com a primeira esposa Arethusa, com quem teve dois filhos (Ronaldo e Alessandra) assumiu a guarda das crianças (A experiência foi relatada no livro Mãe de Gravata, lançado em 1990).

Viu-se, sem o seu chão por estar sem sua família completa e abalado psicologicamente...  já não mais conseguia dormir direito e nem se alimentar, tomava antibióticos para problemas simples (como ele citou dores de garganta e/ou laringite) onde não via melhora, e foi ficando com baixa imunidade, também já sentia sinais de dores em sua perna esquerda, e foi seguindo... até o dia que deitou-se e no dia seguinte acordou na UTI do hospital com seu corpo todo paralisado, isso já em 1979, aos 35 anos.

Ele conta que na época tomava 3 ampolas de morfina por dia e que nem assim aliviavam suas dores, chegou a pedir um ‘ato de caridade’ para os enfermeiros, porque ele sabia que iria morrer, então não teria motivos pra que ele ficasse agüentando tantas dores sabendo que aquele seria seu fim. O que hoje em dia, faz com que ele dê depoimentos contra a eutanásia, porque ele conseguiu driblar as estatísticas e sobreviver a uma doença rara.

Mas afinal, que doença é esta?

Conforme as informações que obtive em minhas pesquisas, a doença que Ronnie Von teve é uma inflamação no sistema nervoso chamada de Polineurite Plurirradicular.

Não quero ser sensacionalista, até mesmo porque os fatos demonstram que todas as características da doença e o modo que ele ficou (Problemas Neurológicos/Paralisia e dores terríveis em todo o corpo) é a descrição total da doença que tive (PORFIRIA), cada relato do que ele passou, eu lembro como se fosse eu mesmo.

Tentei on-line, entrar em contato com assessoria de imprensa do apresentador, mas sem sucesso. Acho válido que ele ficasse sabendo sobre a Porfiria, pelo fato dessa doença também causar uma Polineurite (Paralisia) e todos os outros sintomas identicos que ele teve.

É a garantia de que familiares dele, possa ter a chance de fazer um exame (DNA) para confirmar este diagnostico, pois esta doença é hereditaria e se necessário fazer as prevenções (como o Ronnie mesmo relatou, ele se alimentava mal e tomava antibióticos, e é essa união de fatores que geralmente desencadeia uma crise da doença).

Não acho coincidência tudo isso, qdo fiquei doente uma pessoa me disse: “Você esta igual ao Ronnie Von ficou” e eu nem sabia de toda essa história, depois que voltei a utilizar o computador me lembrei disso e comecei minhas pesquisas sobre Ronnie e a doença.

Ronnie Von diz que a solidariedade e a fé das pessoas a sua volta o ajudaram a superar o problema. E assim gostaria de mostrar que Ronnie Von é um exemplo de persistência, coragem, fé e talento, de quem aceita os desafios da vida e as ameaças da morte e vai em frente.

Hoje, casado com a amiga de infância Cristina, com quem teve um terceiro filho (Leonardo) e avô de três netos, comanda na TV Gazeta o programa Todo Seu.


O único vídeo que eu consegui incorporar neste post, foi este acima do Programa GORDO VISITA da MTV em Julho/2006, com apresentador João Gordo. 

Mas teve mais dois vídeos que eu recomendo assistir, aos que tiverem interesse. Um é do site de 30 anos do programa FANTÁSTICO que relembrou uma entrevista da época com o Ronnie e o outro vídeo que achei bem mais interessante, pela riqueza de detalhes, foi um depoimento feito em seu programa TODO SEU de Julho/2004.

Fontes (Texto): Veja SP e Revista TPM.
Fontes (Vídeo): You Tube, Fantástico e TV Gazeta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Acontece qdo menos se espera...

Medicamento: HEMATINA

Reabilitando as mãos...